19 jul 2015

Concerto Weber e Brahms: sacralidade no Inverno

Iura de Resende e Quarteto de Cordas fascinaram público na Igreja do Carmo

A primeira noite do 28º Inverno Cultural em São João del Rei foi de emoção e deslumbramento para o público que compareceu à Igreja do Carmo. O Quarteto de Cordas da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, juntamente com o clarinetista e professor da UFSJ Iura de Rezende, apresentaram o Concerto Weber e Brahms, um amálgama dos sons do clarinete com as cordas românticas de Johannes Brahms, um dos maiores músicos de todos os tempos.

A combinação não poderia ser mais perfeita. A sonância das cordas, acompanhadas da melodia de cada sopro no clarinete, originavam uma sonoridade única, enlevando o público a cada execução do repertório.

A violoncelista Elise Pittenger, da Filarmônica, classificou o concerto como muito prazeroso. “Fiquei muito feliz, pois senti uma certa espontaneidade vinda do público, o que nos permitiu perceber que nossa mensagem estava sendo muito bem recebida. Para nós, isso é maravilhoso.”

Iura de Rezende também demonstrou grande satisfação com a apresentação. “Para mim, pessoalmente, é uma honra tocar ao lado de músicos excepcionais num evento como o Inverno Cultural.”

Para George Chiavegato, presente no Carmo, tudo conspirou para que a noite fosse perfeita. “A música foi excelente, a acústica da igreja é ótima, o ambiente é maravilhoso, sem falar no virtuosismo dos músicos. Saio daqui muito emocionado.”

Texto: Thobias Vieira.

Foto: Alisson Macedo.

Compartilhe:
0 Comment

Leave a Comment

Your email address will not be published.