06 jul 2017

Do barroco ao eletrônico, oficinas ocupam conservatório e bairros

 

O Inverno Cultural oferece, neste ano, duas oficinas e quatro master classes voltadas para conhecimento musical e experiências em diversas áreas, das composições clássicas ao contemporâneo eletrônico. No total, são 50 vagas para as oficinas e 80 vagas gratuitas para as master classes. As inscrições já estão abertas e vão até o próximo dia 9, domingo, no site www.invernocultural.com.br/guia-de-oficinas.

O bairro Senhor dos Montes vai sediar a oficina Cerâmica musical, realizada pelo Museu do Barro, em que a comunidade trabalhará a confecção de instrumentos musicais a partir da cerâmica, como apitos, xilofones e o Udu (instrumento de origem africana). A comunidade será protagonista de apresentação de percussão no bairro.

Para a coordenadora da área de música das oficinas do Inverno Cultural, Salomé Viegas, atividades como essas podem abrir horizontes para as comunidades que estão mais afastadas dos grandes centros. “Muitas pessoas não participam das oficinas por falta de oportunidade. Com a ida do Inverno Cultural para dentro das comunidades, a participação desses bairros é maior e mais eficaz”.

A música eletrônica também ganha destaque nas oficinas deste Inverno. Ministrada por Maria Cecília Correia de Souza, a DJ Cizz, a oficina Iniciação para DJs com ênfase em música eletrônica vai proporcionar ao participante a compreensão sobre as técnicas básicas de mixagens, a introdução de discotecagem e também os equipamentos utilizados na música eletrônica. O valor dessa oficina é R$ 15.

Master classes propõem aperfeiçoamento do músico

O profissional da música está em constante busca de melhorias em suas apresentações. Nesta edição do Inverno Cultural, quatro master classes serão oferecidas para ajudar nesse processo de aperfeiçoamento e contribuir para a formação do músico. Todas as atividades são gratuitas e acontecem entre 24 e 29 de julho, em salas do Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier.

A troca de experiências e o aprendizado de técnicas em canto popular serão abordadas na primeira master class deste ano, Cantos do Brasil. Os profissionais da área poderão contribuir com suas experiências na música e trabalhar o conhecimento da música popular brasileiro. Além dessa troca de experiências, outra master class vai orientar os participantes que praticam o Canto Lírico sobre como alcançar uma melhor interpretação às composições trabalhando técnicas vocais.

A música barroca, conhecida por sua beleza harmônica, também será tema de uma das master classes deste ano: Interpretação barroca para pianistas. Após a execução de uma peça, os alunos receberão dicas para melhorar a sua interpretação e aprimorar a técnica musical no piano. Salomé explica que São João del-Rei já tem uma cultura barroca e essa master class reforça essa peculiaridade artística tão presente e que está ativa nas orquestras da cidade.
Além das execuções das peças, seja tocando ou cantando, o músico precisa estar bem preparado e ter seu corpo em sintonia com o momento. Para isso, será ofertada a master class O corpo do músico na performance musical, em que os participantes recebem dicas para alongamento musculares e faciais específicos para cantores e de preparação vocal. “Muitos músicos desenvolvem problemas por conta da má postura ou mau uso do instrumento. Esse workshop vai oferecer dicas e orientar para que essas atividades sejam mais prazerosas e sem dores”, ressalta Salomé.

Texto:Andreza de Cácia

Foto: Eric Stéfani

Compartilhe:
0 Comment

Leave a Comment

Your email address will not be published.