24 jul 2015

Elisa Freixo: harmonia e sofisticação secular

Recital de órgão de tubos com cravista renomada é uma das atrações do Inverno Cultural

O som do órgão barroco é uma “voz celestial” que preenche o ambiente, trazendo a quem o escuta uma ligação com tudo o que há de mais perfeito. Elisa Freixo, paranaense radicada em Mariana, encontrou nessa perfeição sua vocação de vida ao dedicar-se à formação em órgão e cravo no Brasil e na Alemanha. Referência nesse instrumento musical da época colonial brasileira, Elisa se apresentou 28º Inverno Cultural UFSJ na quinta, 23, em recital de órgão de tubos no Museu Regional de São João del-Rei.

No Brasil desde 1982, quando voltou após formação no exterior, Elisa busca divulgar a música erudita, principalmente em cidades históricas de Minas. A artista fixou residência em Mariana por causa do órgão Arp Schnitger da Catedral da Sé da cidade. Nela, a organista se apresenta semanalmente para um público crescente. Em concertos na cidade de Tiradentes, no órgão da Matriz de Santo Antônio também – na cidade há um local onde instrumentistas e admiradores da música erudita se encontram, a “Casa de Elisa”.

No Inverno Cultural, Elisa tocou o órgão que se encontra no Museu Regional de São João del-Rei. Segundo a instituição, ele é o único fabricado no Brasil, no final do século XVIII. O instrumento, feito de madeiras de árvores como jacarandá, cedro e pau-pereira, tem formato de armário e pertencia à Fazenda da Bela Vista, no distrito de São Miguel do Cajuru. Atualmente em exposição permanente no Museu, é o único órgão de origem civil em funcionamento.

No recital, estarão presentes obras da música barroca, além de clássicos eruditos – não se surpreendam se Elisa executar Johann Sebastian Bach! A obra do compositor, também ele cravista, é uma das especialidades da musicista, que organiza anualmente viagens culturais pela Alemanha, mostrando a vida e obra de um dos ícones da música.

Mas o que o espectador encontra no recital de órgão de tubos é uma pessoa apaixonada pela arte feita para esse instrumento. Elisa Freixo, reconhecida internacionalmente pelo seu trabalho e dedicação, utiliza o próprio dom para traduzir partituras em harmonia e perfeição.

RECITAL DE ÓRGÃO DE TUBOS

Local: Museu Regional de São João del-Rei

23 de julho, às 18h30

Texto: Filipe Augusto.

Foto: Victo Hugo.

Compartilhe:
0 Comment

Leave a Comment

Your email address will not be published.